segunda-feira, 8 de junho de 2009

VERTICALIZAÇÃO X HORIZONTALIZAÇÃO DO ENSINO

O texto abaixo tem como autora Ana Maria Di Grado Hessel e faz parte da Biblioteca do curso Gestão Escolar e Tecnologias. As TIC podem auxiliar na gestão da escola, PUC-SP, 2004 e reza assim:

“Em função desta prática, encontram-se muito comumente relações verticalizadas no interior da escola, que expressam uma postura de dominação. São relações de poder entre chefia e professores e entre professores e alunos. São compreendidas a partir da identificação do sujeito, como aquele que tem poder e que ensina, e do objeto, como aquele que obedece e aprende. As relações autoritárias ignoram a intersubjetividade do processo pedagógico. A verticalidade das relações se assenta no princípio de autoridade do chefe e estabelece o clima propício às relações autoritárias, de dominação e subserviência, aptas a formar indivíduos que se tornam objetos passivos na relação social, e não indivíduos que sejam ativos e participantes de seu tempo.”


Esta nova pedagogia que se prega da HORIZONTALIZAÇÃO DO ENSINO em que o aluno é igualado ao professor é um dos mais novos absurdos da humanidade. A quebra dos princípios de hierarquia é um dos sintomas da desordem e da anarquia. Até mesmo no reino dos animais, eles possuem chefes, seja entre as pequenas formigas ou os gigantes elefantes. Agora, os ditos racionais humanos. Conduzidos por pensamentos de devaneio deliram com uma sociedade que possa ser assim conduzida.

Professores devem ser visto como autoridades e os alunos devem não somente amá-los, como teme-los e logicamente respeita-los. Vou mais longe ainda, até o reino mineral e inanimado como dos astros e dos átomos nos dão exemplo de que os fragmentos devem giram em torno de uma órbita, seja no macro universo como dos planetas que giram em torno do sol, ou dos prótons e elétrons que giram em torno do núcleo.



Ana Maria Hessel deveria saber que o fruto desta HORIZONTALIZAÇÃO do ensino é que está gerando esta anarquia nas escolas, onde os professores são reféns dos alunos, professores que não podem dominar os alunos porque devem trata-los no mesmo nível. No mundo há um conflito constante entre as pessoas que querem tomar o controle da situação, se este controle não pertencer por direito aos professores, os alunos irão toma-los e haverá inversão de papel e inversão de valores. Crianças despreparadas governando sobre velhos experientes.

EM OUTRO TRECHO DO SEU TRABALHO Ana Maria Di Grado Hessel DIZ:

“Em função desta idéia, a organização entendida como um sistema vivo contrasta com
a metáfora da organização caracterizada como uma máquina, modelo que imperou largamente durante os anos de prática da administração clássica. A diferença essencial entre a máquina e os seres vivos é explicada quando se analisa a relação de poder e controle. A máquina pode ser operada com eficiência porque seu controle é previsível, mas os seres vivos não podem ser dominados da mesma maneira, porque reagem às imposições, por possuírem autonomia.”


Não é minando o poder do professor e a sua autoridade que teremos resultados mais satisfatórios na educação, não é quebrando os princípio da hierarquia que iremos ter alunos com melhor rendimento escolar. Multidão e massa humana se controla com rigor e disciplina, caso contrário a mentalidade coletiva leva o grupo a se comportar indisciplinadamente e a desordem toma conta. Este novo modelo de gestão humana na escola já mostra sinais de fracasso pela falta de respeito que os alunos estão demonstrando para com os professores.

Professores estão sendo zombados, desmoralizados e até agredidos por alunos que agem como um bando de animais selvagens, amparados por pretensas ideologias de defesa da criança e do adolescente. Os professores ficam de mãos atadas, porque a vara da disciplina foi tirada da mão dos docentes.

Realmente os seres humanos não podem ser dominados tão facilmente como as máquinas, porque como diz a Doutora Hessel: “REAGEM ÀS IMPOSIÇÕES, POR POSSUIREM AUTONOMIA.” Maior razão temos para afirmar que o ser humano deve ser governado com rédeas curtas, diminuindo a sua liberdade porque a tendência natural do ser humano é a rebeldia e a desordem. Repito , sem o princípio da HIERARQUIA criaremos marginais, insubordinados, o acréscimo da criminalidade na nossa geração é a resposta a esta ideologia POLITICAMENTE CORRETA, mas na prática, levará a sociedade ao fundo do poço.

6 comentários:

  1. Vamos começar a colocar rédeas curtas em vcs! Que horror esta matéria! Fiquei nojada... só quer controlar o outro ou a massa quem é doente por poder! Vcs são doentes!

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o texto. Sou professor e sei bem o que é isso. Hipócritas, querem uma escola "autônoma", onde o aluno possa fazer o que bem entende, se as regras que nos tiram são as regras que a sociedade está repleta. Ou você acha mesmo que o aluno educado nessas novas correntes "pedabobas" são aqueles que realmente terão uma vida estável e segura em todos os sem âmbitos?

    ResponderExcluir
  3. ''professores que não podem dominar os alunos porque devem trata-los no mesmo nível''
    Quem são os professores, Hitler, e os alunos são os judeus? o professor não tem a competência de ser respeitado por mérito e precisa DOMINAR uma pessoa?
    isso nunca deveria ser chamado educação.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Sim, o Professor tem que ser amado e respeitado, TEMIDO, não..O aluno deve ter medo do Professor? Não, deve respeitá-lo, mas não temer. O aluno ama o Professor e o Professor também deve amar aos alunos e sua profissão, senão não haverá aprendizagem recíproca. Concordo que nos dias presentes há extrema falta de educação e um "cuidado" por parte dos governantes em sempre deixar as escolas com péssimas condições de ensino, em todas as esferas, desde o corpo diretor, coordenador e pedagógico da escola até aos alunos que, em sua maioria, vão à escola para badernar. E também pais que estão pouco preocupados com a educação de seus filhos. Quase que ninguém têm condições para escapar a essa crítica, já que a culpa vem de todas as esferas da sociedade...Infelizmente.

    ResponderExcluir